23 de agosto de 2012

The Door in the Floor | Décor

O drama de 2004, realizado por Tod Williams, passa-se num ambiente de praia algo sofisticado, pois embora a aura que se viva pareça de férias, as casas onde a narrativa se desenrola são de residência fixa, santuários de memórias nostálgicas.
Este ambiente mistura componentes sofisticadas com casuais, descontraídas com tensas, superficiais com profundas, fazendo do décor do filme algo belo e intemporal.

Direcção Artística | Nicholas Lundy
Decoração do Set | Nick Evans











The Breakfast Club | Posters

O teen movie de culto inspira até hoje artistas gráficos que criam novos posters da história. Aqui ficam alguns exemplos:

Matt Owen
 



Daniel Norris

22 de agosto de 2012

Le Voyage du ballon rouge

O filme franco-chinês estreou em Cannes no ano de 2007, realizado por Hou Hsiao-Hsien e trata-se de uma adaptação livre  e homenagem do filme The Red Balloon de Albert Lamorisse.




Conta com a participação de Juliette Binoche (Suzanne), Simon Iteanu (Simon) e Fang Song (Song), sendo que estas três personagens se encontram no centro da narrativa. Suzanne vive com o filho Simon e contrata Song para ama do menino pois encontra-se muito ocupada na preparação do seu espectáculo de marionetas. Song, que estuda cinema passeia com Simon e vai filmando-o, compondo as imagens numa curta metragem que será o sue projecto. Os dois são constantemente visitados e vigiados por um balão vermelho e é esse factor que nos mostra exactamente a componente lírica e fantasiosa do filme.


  
  


Se o balão não estivesse constantemente presente poderíamos dizer que estas não eram personagens, mas sim pessoas comuns, este não era um filme, mas sim um documentário, não existia um argumento, mas sim conversas naturais de dia-a-dia. É a simplicidade com que tudo decorre que nos faz prestar atenção aos detalhes, que são muitos e variados, tendo sobretudo em comum os reflexos, as sobreposições, o contraste de claro e escuro em camadas. É assim que surgem muitos dos planos, contados liricamente ao espectador. E são estes planos que fazem a história, visto o enredo não se alargar muito.










A cidade de Paris é mostrada como nunca o foi em filmes que a homenageiam, nada turisticamente, portanto. Vemos os locais que servem de fundo a um quotidiano e não os locais emblemáticos e  românticos. O romantismo aqui deriva muito da forma como as imagens foram captadas.



13 de agosto de 2012

Marilyn Monroe | Eterna Diva















Imagens retiradas do documentário "Os Últimos Dias Com Marilyn Monroe".