26 de junho de 2015

As Escolhas de Mariana | Short Term 12

A Mariana Lagoa deve ser, de todas as minhas amigas, a que mais e melhores filmes vê. Se em muitos casos os nossos gostos colidem, noutros sou completamente surpreendida pelas sugestões dela. Como exemplo temos a sua escolha para a rubrica aqui do blog, Short Term 12:


"Tinha grandes expectativas para o filme de Destin Daniel Cretton, com Brie Larson e John Gallagher Jr. nos principais papéis. Brie faz o papel de Grace, uma assistente social dedicada que trabalha num centro de acolhimento para jovens problemáticos. Ao mesmo tempo que Grace vai acompanhando a vida daqueles jovens, vai também ela continuando a debater-se com um passado não mais positivo. Foi esse passado, que não deixando de estar presente no intimo de Grace, lhe trouxe a sensibilidade e capacidade de compreender e ajudar os outros. Somos "transportados" para aquele meio de um modo muito intimista, quase que a viver o quotidiano naquele centro. Adorei a vulnerabilidade que foi sempre mostrada durante o filme, não deixando de passar a mensagem de força que pode estar inerente na mesma. 

Um filme que nos faz também recordar a ainda existente vontade de ajudar o próximo. Um filme sobre tolerância, sobre a humanidade. Para fazer chorar e para fazer rir. Apesar de todas as histórias de vida de fazer partir o coração, considero que a mensagem do filme é bastante positiva, pois acompanhamos sem desistência a tentativa de reabilitação destes jovens."

23 de junho de 2015

Três Feministas Esquecidas



Nisto do feminismo meets cinema existe muito mais para além do Mad Max. Existem personagens em filmes não muito valorizados que acabam por ser esquecidas ou nunca notadas pela maioria dos espectadores. 

10 de junho de 2015

Se Tu Visses o Que Eu Vi | Maio


Grace and Frankie: é mais uma das séries da Netflix, desta vez focada na terceira idade. O tema é muito actual, dois casais separam-se pois os maridos querem assumir a sua homossexualidade escondida há décadas e casarem. As esposas, Grace e Frankie, que se odiavam, são levadas a conviver mais uma com a outra  e a explorar uma amizade nunca antes pensada. Jane Fonda e Lily Tomlin, quase aos 80 anos, desempenham papéis carismáticos e energéticos, desmistificando a velhice na ficção e na vida real.